terceira diaspora

culturas negras no mundo atlântico



sound system em salvador; luta de arena em dakar; performances no harlem, ny; carnaval em londres; cafés literários na martinica; emancipation celebration em trinidad; salões de beleza afro em paris; artes visuais em luanda; festival de vodum em uidá. a terceira diáspora é o deslocamento virtual de signos - discos, filmes, cabelos, slogans, gestos, modas, bandeiras, ritmos, ícones - provocado pelo circuito de comunicação da diáspora negra. potencializado pela globalização eletrônica e pela web, coloca em conexão digital os repertórios culturais de cidades atlânticas. uma primeira diáspora acontece com os deslocamentos do tráfico de africanos; uma segunda diáspora se dá pela via dos deslocamentos voluntários, com a migração e o vai-e-vem em massa de povos negros. diásporas_estéticas em movimento.
livros completos para download

livro 1


livro 2

quem sou eu

Minha foto
antropóloga, viajante e fotógrafa amadora, registro cenas do cotidiano em cidades negras das américas do norte e do sul, caribe, europa, áfrica e brasil, sobre as quais pesquiso, escrevo e realizo mostras audiovisuais. meu porto principal é salvador da bahia onde moro. Goli edits the blog www.terceiradiaspora.blogspot.com from Bahia Salvador, is a traveller and amateur photographer who recorded scenes of daily life in the atlantic cities about which she writes and directs audiovisual shows. She has a post-doctorate in urban anthropology and is the author of the book "The Plot of the Drums - african-pop music from Salvador" and "Third Diaspora - black cultures in the atlantic world".

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

mama casset


Fotografias do senegalês Mama Casset, Dakar, 1955

terça-feira, 13 de setembro de 2016

websérie afrotranscendence

Websérie AfroTranscendence
http://nobrasil.co/assista-ao-5-episodio-da-serie-afrotranscendence-com-goli-guerreiro/
Dirigido por Yasmin Thayná
Escrito por Diane Lima
Produção: Hanayrá Negreiros
Direção de fotografia: Raphael Medeiros
Som: Avelino Regicida
Montagem: Victor Guerra
Still: Alile Dara Onawale
Nesse quinto episódio da nossa série, a antropóloga, escritora e pesquisadora Goli Guerreiro, fala sobre o papel fundamental da produção de conhecimento e da visibilização das culturas negras como forma de nos reconhecermos e criarmos um pensamento negro brasileiro sobretudo protagonizado por mulheres. Pós-doutora em antropologia urbana e letras e autora do conceito terceira diáspora – deslocamento virtual de signos negros, Goli tem seis livros publicados, o mais recente o romance Alzira está morta, vencedor do Selo Literário João Ubaldo Ribeiro.

segunda-feira, 6 de junho de 2016

o mago j. cunha

Mandu de Badú. Acrílica, barro, madeira, piaçava e búzio, 1996

Severina. Acrílica,madeira, piaçava, 1991

terça-feira, 17 de maio de 2016

feminismo negro


"O feminismo do futuro"

O feminismo do futuro é retinto
Tem a cor de minha mãe
O feminismo do futuro é jovem e colorido
Em seu tempo primavera
Como uma borboleta - metamorfose
Transformador
Transatlântico
Transgressor
O feminismo do futuro é ancestral
Passado, historia e memoria
Circular e horizontal
O feminismo é o futuro
Ressurgente de cinzas
Heranças de Dandaras
O feminismo é o futuro
Insubmisso
Negro, periferico e plural.
Escrito por: Emanuelle Goes. Ela é Blogueira, Enfermeira, Militante do Movimento de Mulheres Negras, Pesquisadora em Saúde das Mulheres Negras. 

quarta-feira, 27 de abril de 2016

modelos portugueses

 armando cabral, português com ascendência na Guiné Bissau, morador de NY

fernando cabral, português com ascendência na Guiné Bissau, morador de NY

terça-feira, 26 de abril de 2016

estação dakar



revistas senegalesas de moda  
comercializadas em lisboa, 
abril 2016

fontes

  • andré lemos
  • bell hooks
  • carlos moore
  • cheick anta diop
  • claudio manoel
  • cornel west
  • edouard glissant
  • esiaba irobi
  • françois laplantine
  • hermano vianna
  • john peffer
  • kwame appiah
  • milton santos
  • odile tobner
  • paul gilroy
  • stuart hall

Arquivo do blog